Brasil é o quinto país que mais sofre ataques de ransomware, revela relatório de ameaças da SonicWall.

Em um estudo realizado por especialistas em cibersegurança da SonicWall, para mapear as ameaças digitais entre janeiro e junho deste ano, foi possível concluir que o Brasil é o quinto que mais sofre com ataques de ransomware, atrás apenas dos EUA, Reino Unido, África do Sul e Alemanha.

Em termos verticais, os setores mais atingidos por ataques de forma massiva, foram o governo, com um aumento de 917% em relação ao mesmo período de 2020, em seguida a educação (615%), saúde (594%), e varejo (com 264% de aumento).

Segundo Bill Conner, CEO da SonicWall, “Em um ano dominado pela ansiedade e incerteza, cibercriminosos aumentaram continuamente ataques contra pessoas inocentes e instituições vulneráveis.”