Brasil e Suécia alteram acordo para evitar a dupla tributação entre os países.

Celebrada em 1975, a República Federativa do Brasil e o Reino da Suécia firmaram emenda à Convenção para evitar a dupla tributação em matéria de impostos sobre a renda.

A emenda reflete os esforços do país para modernizar a sua rede de acordos tributários diante de um contexto de crescente mobilidade das atividades comerciais e de internacionalização das empresas.

Entre as novidades trazidas, a redução dos limites à tributação na fonte em categorias específicas de rendimentos e a modificação do artigo sobre os métodos para evitar a dupla tributação buscam estimular os fluxos de investimentos produtivos recíprocos entre os países e fortalecer as relações comerciais bilaterais.