Empresa alvo de ataque cibernético correu risco de ser multada com base na LGPD.

Vítima de recente tentativa de ataque cibernético, uma empresa de soluções em segurança e logística de valores correu risco de ser multada com base na Lei n° 13.709/2018 – Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Segundo a empresa, os sistemas não foram comprometidos e as operações foram retomadas no mesmo dia. Contudo, em uma situação de vazamento de dados pessoais, a empresa poderia em tese ser multada caso fossem vazados dados de seus clientes, isso porque as sanções da LGPD já podem ser aplicadas, segundo a legislação.

Entretanto, segundo a diretora da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), Miriam Wimmer, a aplicação de sanções será objeto de norma específica, cuja proposta ainda está em estudo na ANPD. “Apenas após a aprovação desse regulamento o uso de multas em punições poderá ser adotado. A ANPD, então, ainda não pode aplicar multas, apesar da previsão em lei”, afirma.