Pular para o conteúdo
  • Home
  • Áreas de Atuação
  • O escritório
  • A equipe
  • Mídia
  • Artigos
  • Notícias
  • Revistas
  • Contatos

ESG e Poder Público.

O Município do Rio de Janeiro pretende reduzir de 5% a 2% a alíquota do ISS (Imposto sobre o Serviço) incidente sobre empresas certificadoras ou desenvolvedoras de projetos sustentáveis e consultorias ambientais.

De outro lado, empresas de qualquer setor que comprarem créditos gerados por estabelecimentos instalados na cidade, com o intuito de compensar suas emissões de gases de efeito estufa, também contarão com incentivos relacionados ao ISS, como a possibilidade de reverter o encargo em investimentos nesse mercado. A ideia do governo local é, portanto, fomentar um mercado voluntário de crédito de carbono.

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você aceita a nossa política de uso.
Para mais informações, consulte nossa Política de Privacidade.